quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

O Pacto de Silêncio - de Maria Manuela Pontes

Acabei de o ler agora mesmo.
Li ontem metade e hoje o resto.

Gostei do livro.
Acho que está bem escrito e bem pensado.

Triste, sim estou triste por isto ser a minha realidade e a de muitas mais famílias por este mundo fora. Mas não me mostrou nada de novo. Nada que já não tivesse lido igual ou pior pelos foruns disponíveis pela net...

Acho que é um bom livro especialmente para familiares e amigos de mulheres que estejam a passar por uma perda gestacional. Uma boa ajuda na percepção do que elas estão a passar.

O que me deixou mais triste foram os casos de incompetência e frieza médica...

Como é que no meio de tanta dor, na perda de um filho alguém consegue ignorar tudo e desprezar essa mãe. Não consigo perceber...

Felizmente disso não me posso queixar.
E sem dúvida que a única coisa que tive de bom nesta situação toda foi mesmo o cuidado físico e psicológico que todo o pessoal da MAC teve comigo, que nunca me irei esquecer pelos maus e bons motivos.

1 comentário:

Joana disse...

Querida Marta,

Ler o Pacto de Silêncio é uma espécie de mergulho numa realidade muito dura que apanha de surpresa muitas mulheres e suas famílias. Eu era tão ignorante... Ajudar-me a mim e a minha família a ultrapassar a dor de termos perdido o Tiago tornou-se num desafio constante...
Sabes, Marta, gostava que a ciÊncia pudesse evoluir de tal forma que não permitisse que se pudesse perder um filho assim...

Um beijinho cheio de força para ti e obrigada pelas tuas palavras para mim e para a minha mana.

PS: Mantém a esperança! Em breve, também tu irás abraçar um filho. Tenho a certeza!