quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Ando a fingir...

Pois é ando a fingir perante tudo, todos e até para mim própria...
Ando a levar a vida para a frente, de volta da tese, da casa, sempre ocupada porque assim não tenho tempo para pensar...
De manhã a primeira coisa que faço é ligar a tv para não ouvir a minha voz...
E à noite adormeço no sofá com a tv ligada...
Tenho medo de ouvir a minha voz, tenho medo de ouvir o que sinto, o que penso...
E tudo está bem. A vida é boa. Tenho tudo o que preciso. Tenho o marido que amo.
Vivo com 2 gatos e uma cadela que me dão imenso mimo. Tenho uma família linda. Tenho amigos espectaculares. Tenho uma casa que amo cada cantinho. Tenho vizinhos com quem me dou bem. Tenho uma senhora que me ajuda na limpeza da casa que é também muito amiga e generosa. Já fizemos o processo de adopção e fomos aceites apesar dos medos que tínhamos.
E provavelmente os nosso filhotes do coração podem mesmo vir para casa este ano.

Então porque é que quando desligo a tv os meus olhos choram? O meu coração dói.
E sinto-me triste... apenas triste...e sozinha... sozinha com os meus sonhos que pelos vistos já são só meus...

Depois de todo o trabalho para fazer o luto da perda do meu filho, finalmente sentia-me bem e pronta para tentar uma última vez...
Talvez por ter demorado tanto tempo, o meu marido nunca pensou muito nisto a sério... adiou...
Agora que sinto que estou pronta parece que ele não está pronto... e pior não sabe se alguma vez vai estar... Não quer arriscar nem por nada passar pelo mesmo e só agora teve coragem de me dizer isto...
Por isso o meu sonho de voltar a engravidar parece que acabou...

Ainda estamos a fazer terapia com a psicóloga para ver se pelo menos reabrimos a ponte de comunicação que pelos vistos andava meio entupida... mas ele parece muito certo...

Este último ano desde que os médicos me disseram que eu podia tentar outra vez eu andava a tentar curar feridas físicas e emocionais mas sempre muito positiva que eu iria querer outra vez engravidar... mas afinal estou sozinha... e o luto que eu fiz, que o meu marido dizia ter feito afinal só foi feito por um de nós.
Os homens com as suas capas fortes dizem que conseguem lidar com tudo, que não precisam de ajuda...e depois vê-se...

Por isso ando a viver fingindo que estou bem, porque não tenho razões para não estar, e que aquilo que mais quero não é engravidar...

Estou triste... desculpem... mas hoje nem com tv consigo dormir... a voz está mais alta que o som da tv...

9 comentários:

NuvemM disse...

Olá,

Compreendo a tua dor, a tua tristeza mas não deves esconder esses sentimentos. Sê tu própria, afinal és humana e tens as tuas fragilidades como toda a gente. Não tens de mostrar aos outros que és uma valentona porque dessa forma só irás sentir-te pior e os outros também não vão conseguir ajudar-te.
E se por acaso não compreenderem esses teus sentimentos não penses que o problema é teu. Ás vezes as pessoas tornam-se muito egoístas perante o sofrimento dos outros para elas próprias não sofrerem também.
Espero que consigas ultrapassar esta fase rapidamente e não deves nunca desistir dos teus sonhos.

Beijos Grandes

Xana disse...

Marta,
consigo apenas compreender parte da tua dor e por isso queria apenas deixar-te um enorme abraço cheio de força para enfrentares essa batalha!
Espero sinceramente que tudo se resolva pelo melhor na tua vida!
Um enorme beijinho

Maria disse...

Um abraço apertadinho e um beijinho grande, muita força!

Liliana disse...

Marta, entendo bem o que sentes.
Depois da perda do Miguel o meu maior sonho era engravidar de novo. Infelizmente o meu marido não partilhava da mesma vontade. Foram meses muito complicados, eu não sentia apoio da parte dele. Mas com o passar do tempo ele entendeu que era muito importante para mim e acabou por aceitar. Hoje tenho o Tiago nos braços!
Não desistas.
Beijo. Liliana

PauLLa disse...

Amiga,
Desejo do fundo do coraçao que a tua voz consiga ser sp mais alta que a TV e que consigas realizar tds os teus sonhos......
Mais tarde ou mais cedo, pode demorar mais que o desejado, mas vais conseguir....
Força
Bjs gds ;)

Anónimo disse...

oh linda... :(
tudo se vai resolver... da' tempo ao tempo... e ao J... e ja' agora, da'-lhe tambe'm um abanao!!!
um beijinho e um xi-coracao muito apertado!
raquel

Vera Raposo disse...

oh amiga..
li cada palavra.. cada emoção..
E entendo-te.. como te entendo..
fiz o meu luto.. penso que ultrapassei a dor..
o meu marido tb fez o luto e acho que ultrapassou a dor... sentimo-nos preparados....

o teu marido ainda não se sente... ainda tem as feridas muito abertas.. dá-lhe tempo amiga.. pensa com ele.. falem sobre o assunto.. tentem falar abertamente para fechar as feridas e AMBOS se sentirem preparados para mais uma etapa nas vossas vidas!!!

Um beijo cheio de carinho..

Como te percebo!!!

Martense disse...

Obrigada pelas vossas palavras e pelos vossos mimos. Ainda não desisti do sonho :)

bjss

Maria disse...

Viva

Não te conheço nem sou mãe mas queria voltar a deixar um abraço apertado e um beijinho a dar FORÇA. Que esta fase passe rapidamente e que o futuro traga verdadeiros motivos para que vocês (tu e o teu marido) sorriam de felicidade.

Tudo de bom para vós.

Maria Moreira (da Noruega).