sexta-feira, 26 de junho de 2009

Procura-se lição de vida...

Ainda acerca da última consulta de psicologia foi-me pedido que tentasse encontrar algo de positivo, ou construtivo que eu posso tirar desta experiência terrível que passei.
Este exercício foi por acaso algo que sempre fiz ao longo da minha vida, de modo a crescer como pessoa e, de certa forma, tornar algo negativo em positivo.
E posso dizer que até hoje, eu consegui, até mesmo da morte da minha mãe, eu consegui tirar algo positivo.
Por muita dor que seja perder uma mãe, eu ganhei uma relação especial com o meu pai, que possívelmente nunca teria de outra forma.
Eu cresci e aprendi a dar muito muito valor à família que muitos adolescentes com a minha idade não davam. Isto entre outras.
Voltando à perda do meu filho... já é outro assunto... eu tento tirar algo que possa ajudar-me a crescer como pessoa mas sinceramente ainda não consigo...
Talvez ainda seja cedo... ainda dói muito...
Mas o que sinto hoje é que esta perda gestacional levou a uma perda na auto-estima muito grande. Hoje acredito menos em mim e sou menos positiva do que era à um ano atrás...
Eu sei isto...e sei que não é bom...mas ainda não o consegui mudar...
Dizem-me para me agarrar ao facto de "que bom foi ter vivido 23 semanas como o meu filho"...
"Que bom foi ter sentido o meu filho mexer durante 4 semanas"... não consigo...
Aquele movimento do meu filhote foi uma das coisas que mais me custou deixar de sentir... Aquela falta de movimentos que já indicava que o meu pequenino já não tinha vida e que me deixou sobressaltada mas que não foi sinal de alarme para mais ninguém além do meu coração de mãe... dói dói dói e não me deixa mais calma...

Ando portanto ainda à procura da minha lição de vida desde episódio triste que tive de viver.

6 comentários:

Maria disse...

Olá Martense,
Também sigo esse principio, de tentar encontrar o que de bom cada situação, mesmo a pior de todas, nos pode trazer.
A mim aconteceu-me exactamente o contrário quanto à auto-estima, acho que, apenas por ter conseguido sobreviver, me tornei mais forte...
Claro que cada bocadinho que tivemos com os nossos bebés é único e bom, mas será sempre uma saudade magoada. Não é fácil tirar aspectos positivos da sua partida precoce mas é importante tentar faze-lo.
Um dos aspectos que vejo como positivo, na perda destes meus bebés, são as pessoas especiais que entretanto chegaram à minha vida (na realidade ou virtualmente). Através deles, da sua existência, conheci e ganhei a amizade de pessoas maravilhosas, que, de outra forma, não fariam parte da minha vida...
bjs grandes e força, AMIGA!

xana disse...

Marta,
penso todos os dias na Leonor e muitas vezes me pergunto o que de positivo trouxe ela à minha vida! E continua a ser dificil de encontrar uma resposta, mas acredito que me fez crescer e fez-me conhecer-me melhor a mim própria. Fez-me descobrir uma força interior que desconhecia. Tornei-me mais tolerante e compreensiva com todos aqueles que como nós procuram concretizar o sonho de ser papás e bastante mais intolerante com todos os que desprezam e maltratam os seus filhos! Uniu-me ainda mais ao meu marido e tornou-me bastante mais exigente com família e amigos (e confesso que com isto sofro muito, porque muitas vezes me sinto "esquecida" e desapoiada! E fez-me descobrir as meninas da Artémis e todo o seu enorme carinho e apoio, que tem sido fundamental!
Mas também te confesso que trocava tudo isto para ter a Leonor junto a mim...
Um grande beijinho e ânimo!!!

*Anita* disse...

Talvez ainda não é a hora de conseguires ver o positivo que poderá ter-te trazido a experiencia de teres perdido o teu piqueno... Talvez com um pouco mais de tempo... Só acho que devemos sim tentar encontrar o lado positivo, mas qd isso nao acontece, nao vale a pena forçar... é porque a dor ainda é grande... E por isso acredito que um dia irás conseguir... E nesse dia estarás mais em paz com a tua dor...
Um beijo grande
P.S No entanto acho que fazes muito bem continuar a tentar, pois o tempo ajuda a suavizar a dor mas nós com a nossa força tb temos que "dar uma ajuda" :)

Jorge Freitas Soares disse...

Olá Marta

Eu também sou dos que dizem que se aprende com tudo na vida, sendo que na maior parte dos casos, o ponto positivo é que aprendemos com a vida.... bom.... hoje descobri que isso não é verdade, há coisas na vida que não tem um lado positivo... aprendi depois de estar aqui a pensar no que escreveste...

Há coisas na vida que simplesmente são, passamos por elas, e seguimos... sem mais.

Tu já passaste, agora, resta seguir, nem tudo tem uma explicação ou uma lição, mas nós temos que seguir, porque há muito mais de nós para dar... viver Marta.... há viver.

Beijinho e bom fim de semana
Jorge

Vera Raposo disse...

Querida Marta

É verdade que lição de vida podemos tirar da perda de um filho??? Que o perdemos? Que choramos por ele e que sentimos que perdemos algo tão forte? E que deviamos a esta hora estar felizes com os nossos filhos no colo? sim de facto é muito dificil tirar uma coisa positiva daquilo que nos aconteceu.. Mas eu continuo a acreditar que apesar de ter perdido dois filhos hei-de ter um filho nos braços para puder dar todo o amor que não dei aos meus dois peimeiros filhos.. Roubaram-me essa possibilidade apenas por um tempo!!!
Em relação à auto-estima eu, tal como a Maria, também tenho e minha auto-estima mais alta! Apesar de sentir que fui mto abaixo qdo os meus principes partiram agora ergui a cabeça de vez! E vou ficar com ela assim!! A vida não pode ser assim tão cruel!!
E realmente conheci historias de mulheres muito fortes e corajosas!! Aprendi algumas coisas que muito sinceramente preferia desconhecer ou conhecer de outra forma!! Não como foi!!!

Força amiga

Vera Raposo disse...

" hoje descobri que isso não é verdade, há coisas na vida que não tem um lado positivo... aprendi depois de estar aqui a pensar no que escreveste... "

Concordo interiramente com o Jorge!!!!
Nem tudo tem um lado positivo:

"Há coisas na vida que simplesmente são, passamos por elas, e seguimos... sem mais."

É isso mesmo!!
Sentir e seguir em frente sem procurar o lado positivo do que aconteceu!! NÃO TEM!!!